Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

6 de mar de 2012

Grupo cria casa modulada sustentável na Argentina


Um grupo de empreendedores argentinos lançou no final de 2011 um projeto que pretende construir casas pré-fabricadas com menos impacto ao meio ambiente. Batizadas de CAS4, as estruturas são compostas por unidades modulares de ferro com revestimento em madeira e possuem diversos itens que visam reduzir o consumo de água e energia e maximizar a eficiência da residência.
As unidades modulares permitem que a casa varie de tamanho e disposição, de acordo com o gosto dos moradores, além de poder ser transportada em partes e montada em menos tempo que uma construção tradicional.
Criada com base nos conceitos de bioclimatização, que reduz naturalmente o consumo de energia, a CAS4 possui isolamento térmico e tem sua fachada virada para o norte, de forma a aproveitar ao máximo a incidência do sol, contam os criadores do projeto.


Ela também foi desenhada para possuir ventilação cruzada e possui o teto inclinado, como forma de reduzir o aquecimento na fachada e melhorar a captação dos raios solares nos painéis fotovoltaicos. No inverno, os painéis de vidro criam um efeito-estufa e aumentam a temperatura interna, reduzindo a necessidade de aquecedores.
A água da casa é aquecida em um tanque térmico solar, e canaletas levam a água da chuva diretamente para as descargas dos sanitários e tanques, que armazenam água para irrigação e limpeza da casa. Segundo os projetistas, isso permite uma economia de até 40% em relação à instalação normal, já que não é preciso incluir um sistema de bombeamento para sua distribuição.


Os criadores da CASA ainda recomendam aos futuros moradores o uso de energias alternativas, como solar e eólica, que podem ser instaladas a depender do local onde ela será erguida, e a criação de uma horta biodinâmica, com um calendário de cultivos que permita o consumo de alimentos produzidos localmente. Para reforçar essa iniciativa, eles prometem aos moradores quatro visitas de assessoria anuais para orientar a construção e manutenção da horta.

Fonte: Portal EcoD