Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

8 de jan de 2012

E agora? Onde eu jogo o meu lixo?

Os moradores do estado do Rio de Janeiro têm se deparado nas últimas semanas com uma discussão polêmica: a lei que foi aprovada em 2009 relacionada à restrição do uso dos sacos plásticos nos estabelecimentos comerciais. Na última quinta-feira – dia 15 de Julho de 2010 – começou a valer a Lei nº 5.502 que poderá multar os supermercados e grandes lojas que não cumprirem as obrigações previstas, descritas no Art. 3º: I – a cada 5 (cinco) itens comprados no estabelecimento, o cliente que não usar saco ou sacola plástica fará jus ao desconto de no mínimo R$ 0,03 (três centavos de real) sobre as suas compras; II – permuta de 1 Kg (um quilograma) de arroz ou feijão por cada 50 (cinqüenta) sacolas ou sacos plásticos apresentados por qualquer pessoa. Apenas as pequenas e microempresas terão mais prazo para cumprir a lei. Muita gente tem me perguntado como fazer para o jogar o lixo fora se não tiver mais sacos plásticos. Então resolvi escrever esse artigo para esclarecer as principais dúvidas e orientar a população do Rio à jogar seus resíduos de forma mais correta!
O problema
O problema todo é o uso execessivo e o descarte inadequado dessas sacolas plásticas. . Nos acostumamos com a praticidade que os sacos plásticos proporcionam, sem pensar nas consequências. Como elas distribuidas “de graça” (entre aspas porque de graça não é- o preço delas está embutido nos produtos que compramos) nós as usamos sem piedade – às vezes uma sacolinha plástica é usada para jogar um potinho de iogurte somente. Se começarmos a pagar por essas embalagens, vamos pensar melhor antes de jogar um saquinho vazio – ou metade cheio. 
Sacos reciclados 

Você pode comprar sacos plásticos para lixo feitos de plástico reciclado. Ou seja, não é preciso retirar mais petróleo para fabricá-los, que no final das contas vai parar no lixo mesmo. E sacos plásticos entregues no supermercado têm que necessáriamente ser plástico virgem de acordo com normas da Anvisa, pois estaremos carregando alimentos. 

Reutilizar embalagens 

Sabe os sacos que embalam o arroz, o feijão, o acúçar? Eles também podem ser usados para jogar o lixo – do banheiro por exemplo. Também tem os saquinhos plásticos que colocamos dentro as frutas e verduras no supermercado. 

Compostagem do lixo orgânico

Os resíduos orgânicos que são gerados na cozinha, podem ser reciclados por meio de um processo que se chama Compostagem. Esse processo nada mais é, que colocar as cascas de frutas e restos de alimentos, dentro de uma caixa com terra e minhocas. As minhocas farão todo o processo de compostagem. Isso é: você só tem que se preocupar em colocar os resíduos na caixa, e depois de um mês ou dois, você pode retirar o adubo que está rico em nutrientes para usar nos vasinhos de planta. Montar sua própria composteira é fácil: http://tinyurl.com/2uv3let Ou você pode comprar uma: http://tinyurl.com/39caqx6 

Recicláveis na caixa de papelão 

Você pode usar uma caixa de papelão para acondicionar seu lixo reciclável, e levar a caixa no ponto de coleta mais próximo para ser reciclado. Se você mora em condomínio, você pode sugerir o uso de lixeiras de coleta seletiva na portaria para apenas tirar o material da caixa de papelão e colocar na lixeira certa. (É muito comum que os próprios funcionários do seu condomínio levem os materiais para reciclagem para ganhar uma graninha extra. Se onde você mora é assim, separar o lixo vai facilitar a vida desses funcionários, pois vai evitar a contaminação com outros resíduos orgânicos). Você também pode comprar uma lixeira grande, ou um saco de pano resistente grande. E não esqueça de lavar as embalagens recicláveis e deixar secar antes de colocar na caixa. 

Problemas Ambientais 

- sacos plásticos ajudam a entupir bueiros o que provoca inundações nas cidades; 
- sacos plásticos vão parar em rios, lagos e oceanos, o que provoca mortes por inanição de animais aquáticos; 
- sacos plásticos aumentam o volume total do lixo que vai parar nos aterros e lixões, diminuindo a vida útil destes. Além disso, sua propriedade impermeabilizante atrapalha a decomposição dos resíduos; 
- sacos plásticos podem levar mais de 400 anos para sumir totalmente da natureza (quando nossos tataranetos nascerem eles ainda vão estar presentes na natureza); 
- sacos plásticos são feitos a partir do petróleo – um combustível não renovável – e poluente; 
- sacos plásticos são muito leves, e podem sair voando por aí, e causar outros tipos de poluição; 

Enfim…

Temos bons motivos para parar de usar sacos plásticos! Dificilmente eles serão exterminados! Mas isso não impede que cada um tenha a consciência de fazer o seu melhor – e de promover individualmente a melhoria da qualidade ambiental da sua cidade (e de sua vida)! 
Você pode continuar lendo sobre o assunto: 
Imagens retiradas do site da Campanha Saco é um Saco