Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

4 de out de 2009

Lixeira e composteira orgânica em um mesmo produto


Não é novidade que composteiras são excelentes alternativas para reduzir o lixo orgânico e criar adubos de alta qualidade para todo tipo de plantação. Para reforçar essa ideia, o designer industrial Julien Bergignant criou um conceito de lixeira que possui um sistema de compostagem agregado e capaz de transformar lixo em composto orgânico automaticamente.


A Envi é uma lixeira urbana feita para coletar resíduos orgânicos, como restos de comidas, folhas e outros materiais. Dentro dela, substâncias baseada em fotocatálise acelera o processo de degradação dos resíduos, elimina maus cheiros e gases poluentes.


“Hoje, devido a mudanças climáticas, as questões políticas, a evolução social e os mercados emergentes, estamos lutando contra o relógio com os nossos resíduos. Por isso o design se torna, mais do que nunca, responsável pelo futuro verde do ambiente”, defendem.
O designer conta ainda que a lixeira funciona como um indicador das atividades humanas e seus impactos no meio ambiente.
“Se as ações das pessoas forem positivas, a planta cresce, se não forem, ela desaparece”, conta. O produto é feito com aço inoxidável, alumínio, vidro, polipropileno e polietileno e, por enquanto, e apenas um projeto. Mais informações no site do Julien Bergignant ou pelo e-mail contact@julienbergignat.com.
Fonte: http://www.ecodesenvolvimento.org.br/