Pular para o conteúdo principal

Telhado Verde em Módulos


Telhado verde em módulos
Idéia eficaz para trazer mais verde ao meio urbano, a cobertura gramada também atua como um bom isolante térmico e acústico
Idéia eficaz para trazer mais verde ao meio urbano, a cobertura gramada também atua como um bom isolante térmico e acústico. “Neste projeto, uma lâmina de água reaproveitada de 4 cm, situada abaixo da grama, ajuda a manter a temperatura interna ainda mais amena.
Trata-se de uma solução ideal para locais quentes e com longos períodos de estiagem, já que garante a rega do jardim”, explica a arquiteta gaúcha Patrícia Popp, que utilizou módulos fornecidos pela empresa Ecotelhado. A grama-esmeralda, que auxilia a filtragem da água no sistema de reúso, tem raízes curtas para não danificar os componentes do conjunto (abaixo).

O custo desse tipo de telhado (cerca de 50% maior em relação ao de telhas comuns) se paga, segundo a arquiteta. “Ele dispensa climatização interna e tratamento acústico, além de economizar água”, aponta.

REUSO DE ÁGUA
A água dos chuveiros e das pias é filtrada num reservatório e então bombeada até o telhado para a rega da grama, responsável por uma nova filtragem. Então, escoa para o sistema laminar, que a redireciona para as descargas.

SISTEMA LAMINAR
Os módulos (1) são posicionados sobre a laje impermeabilizada com os sulcos para baixo. Eles são cobertos com uma manta que os separa das raízes, sobre a qual se dispõe uma camada de substrato fibroso (2) onde será plantada a grama. Porosos, os módulos são feitos de um material rígido que retém a umidade e os nutrientes e permite a passagem da água. Regulada por um ladrão (3), a lâmina de água mantém-se em 4 cm. Para facilitar a manutenção, que deve ocorrer duas vezes ao ano, o ralo sifonado fica dentro de uma caixa de inspeção (4). O sistema tem, no total, 16 cm de espessura e pesa em torno de 120 kg/m2.
Fonte: Por Daniela Lapetina http://casa.abril.com.br/
Revista Arquiteura e Construção - 09/2008

Comentários

  1. Boa noite...Adorei o projeto de reaproveitamento..meu noivo e eu estavamos pensando em construir um loft com telhado verde, e essa ideia de reaproveitamento é otima! voce teria uma estimativa de custo para construção do telhado e das comportas de agua??? aguardo um retorno(por favor) email: recepcao.rp@escandinavia.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios