Pular para o conteúdo principal

Habitação flutuante em NY produz água, energia e alimentos


O norte-americano Adam Katzman vive em um barco antigo reformado com materiais reciclados, que não depende da rede de distribuição elétrica nem de abastecimento público de água. Comprado com menos de três reais, o eco barco fica ancorado em um poluído canal de Nova Iorque e possui um sistema próprio de geração de energia limpa e captação das águas das chuvas. Com uma área de 33 metros quadrados, a habitação flutuante se tornou símbolo de sustentabilidade na megalópole norte-americana.

Batizado de The Jerko, o barco ecológico fica ancorado no Gowanus Canal e oferece a estrutura necessária para a sobrevivência de Katzman, de 29 anos. A eletricidade gerada na habitação vem dos painéis solares instalados na parte superior do barco, que produzem apenas uma pequena quantidade de energia para o morador. Já a água utilizada na residência é fornecida por um sistema que aproveita as chuvas – assim, o líquido flui para um sistema de filtragem, o qual garante o consumo diário de até duas pessoas.


O norte-americano também consome somente os alimentos produzidos no eco barco, uma vez que a estrutura conta com plantações de legumes e ervas numa horta interna. As refeições são preparadas em uma pequena cozinha, equipada com um fogão solar parabólico.

Alguns dos alimentos da dieta de Katzman são produzidos no jardim flutuante, do lado de fora da habitação. A estrutura possui ainda um filtro de bambu natural, que, além de garantir o desenvolvimento dos vegetais na água, ainda ajuda a reduzir um pouco da sujeira do poluído Gowanus Canal.

Embora a embarcação The Jerko seja exemplo de construção sustentável para Nova Iorque, seu criador não é encarado com bons olhos pelas autoridades locais. Além de não ser considerada segura para a moradia, a habitação flutuante independente dos sistemas públicos de energia e água e não se enquadra nos padrões estabelecidos pela inspeção habitacional da cidade. No vídeo abaixo (em inglês), Katzman fala mais sobre a habitação sustentável autossuficiente:

   Com informações do InHabitat.

Com informações do InHabitatVia: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios