Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

13 de abr de 2013

Los Angeles ganha escola sustentável com fachada que produz energia solar



<p>
 A fachada da Green Dot Animo é constituída por 650 painéis solares, responsáveis por 75% da eletricidade utilizada nas dependências da escola. | Foto: <a href='http://www.greendot.org/page.cfm?p=1747' target='_blank'>Divulgação</a></p>
A fachada da Green Dot Animo é constituída por 650 painéis solares, responsáveis por 75% da eletricidade utilizada nas dependências da escola. | Foto: Divulgação
Construída recentemente em Los Angeles, a escola pública Green Dot Animo Leadership possui uma fachada totalmente composta por painéis solares. Além de usar energia renovável em larga escala, a instituição também vai mitigar as emissões de carbono – prometendo reduzir, por ano, uma quantidade equivalente à emitida por mais de mil automóveis. 

A fachada da Green Dot Animo é constituída por 650 painéis solares, responsáveis por 75% da eletricidade utilizada nas dependências da escola. Assim, o colégio não é só um exemplo de arquitetura sustentável e geração fotovoltaica, mas também serve de modelo para a construção de escolas no mundo inteiro, principalmente nas regiões que recebem altas incidências de raios solares.

Outra importante ação desenvolvida pelo colégio em nome do meio ambiente é a criação de um programa de redução de emissões de carbono, que pretende mitigar, anualmente, até 1,36 milhão de quilos da propriedade que polui o ar – o equivalente à quantia produzida por mais de mil carros ao longo de um ano.

Além de ter uma eficiente estrutura para geração de energia fotovoltaica, a construção do colégio aproveita ao máximo a ventilação natural e a luz do sol, reduzindo o uso de ar condicionado e de iluminação nos ambientes. Os funcionários podem regular a intensidade da luz que entra no colégio. Nas partes externas em que a fachada do prédio não está revestida por painéis solares, foram instaladas telas que estimulam a interação dos alunos com o ambiente que cerca a escola. Com informações do InHabitat.

Via: CicloVivo