Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

25 de out de 2010

Casal constrói comunidade autossustentável em meio à floresta

O casal passou quatro anos construíndo a vila

Ter uma casa na árvore é o sonho de muitas pessoas, inclusive era um desejo para o casal Erica e Matt Hogan. Depois de fazer um passeio pelas florestas da Costa Rica, ela teve vontade de ampliar esse sonho e construir não só uma casa, mas uma vila em meio às árvores. O marido topou a aventura, e juntos, construíram sozinhos uma verdadeira comunidade no meio da floresta.
Erica tinha vontade de morar perto da natureza depois que assistiu o filme Guerra nas Estrelas – O Retorno de Jedi. Depois de visitar a Costa Rica, ela confessou para o marido que ali seria o lugar ideal para colocar o sonho em prática. “É engraçado, a vila Ewok do filme aparece por poucos segundos em Star Wars, porém nos marcou muito” diz Matt no site oficial da comunidade.
Os dois deixaram seus empregos por um ideal e compraram uma propriedade na floresta tropical da Costa Rica. O casal passou quatro anos construindo o sonho de Erica: uma comunidade auto-suficiente no meio da floresta.
Casal Erica e Matt Hogan
O começo não foi fácil. Matt teve que espantar caçadores selvagens de sua propriedade e ainda precisou andar armado, tendo que dormir muitos dias debaixo de uma lona. Ele ficou acampado em meio à floresta da Costa Rica, trabalhando 18 horas por dia entre cobras venenosas, escorpiões e deslizamentos de terra.
Erica só se juntos a ele depois do primeiro ano, morando a céu aberto e convivendo com mais 30 homens costarriquenhos, que foram contratados para ajudar. Mas era um sonho que estava ficando em pé. Eles estavam lá, trabalhando juntamente com seus funcionários, que agora são considerados parte da família.
Hoje em dia, a Finca BellaVista, com foi batizada a comunidade, é auto-suficiente energeticamente e vivem em meio a 300 acres de floresta tropical secundária. “De certa forma, este é o meu modo de alcançar o equilíbrio”, diz Matt.

Para evitar o uso de transporte poluente, Matt desenvolveu um esquema de tirolesa. “Até mesmo os materiais da obra foram trazidos pelo sistema de cordas e cabos”, diz. A comunidade possui 24 casas atualmente, mas o casal pretende expandir e construir mais 40 propriedades, a intenção é que 200 pessoas morem lá. O local escolhido pelos Hogan fica próximo a Parques Nacionais e praias desertas.


                                        
Parte das casas são equipadas com painéis solares, produzindo energia para carregar celulares, computadores e até mesmo se conectar à internet. Para tornar o local ainda mais sustentável, os idealizadores pretendem construir um sistema de geração de energia hidroelétrica na cachoeira da região.