Pular para o conteúdo principal

Arquitetura sustentável: Telhado Verde

Arquitetura sustentável
Também conhecida como arquitetura verde e ecoarquitetura, a arquitetura sustentável é uma forma de conceber o projeto arquitetônico de um jeito sustentável, otimizando os recursos naturais e os sistemas de edificação de maneira que minimize o impacto ambientar que os edifícios provocam ao meio ambiente e seus moradores.

Como os edifícios são os principais responsáveis pelos impactos que são causados à natureza por consumirem mais da metade de toda energia que é utilizada em países desenvolvidos e por produzirem mais da metade dos gases que modificam o clima, a arquitetura sustentável contesta a ideia de o edifício ser uma obra de arte, pois compreende como sendo parte do habitat vivo.

Para a elaboração de um projeto de arquitetura que busca uma maior sustentabilidade é preciso considerar o ciclo todo de vida de uma edificação, como a manutenção e a reciclagem ou a demolição. Esse é um caminho que não possui receitas, mas depende do conhecimento e da criatividade de cada pessoa envolvida.

Vantagens do projeto sustentável

Uma arquitetura ecológica, sustentável e verde oferece muitas vantagens para seus consumidores, afinal, quem é que não gostaria de morar em uma casa clara, saudável, confortável termicamente e que economize água e energia? Uma casa ecológica beneficia sim o meio ambiente, mas também garante o bem-estar dos moradores.

Alguns dos projetos de arquitetura sustentável incluem um eco-banheiro, escritório ambiental e outros, onde todos são decorados por materiais recicláveis. Os produtos incluem abajur, mesas, quadros, ente outros para decoração e oferecer mais conforto aos moradores, inclusive a grama sintética decorativa, que se tornou a preferência de quem quer decorar a casa com grama, como em um jardim de inverno. Elas são recicláveis e podem ser usadas para o processo de fabricação de novas gramas artificiais.

E então, gostou da ideia de usar uma arquitetura sustentável em sua casa?

Fonte: Grupo Placar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios