Pular para o conteúdo principal

Banheiro flutuante ganha sistema natural de tratamento de esgoto


Os sistemas naturais para o tratamento de esgoto são essenciais para impedir a contaminação dos mananciais. A organização Wetlands Work! utilizou a técnica para ajudar a aldeia de Prek Toal, no Camboja. A região fica a maior parte do ano alagada. Portanto, foi necessário criar banheiros naturais e flutuantes.

De acordo com o site Fast Co.Exist a aldeia é apenas umas das 200 que vivem em situação semelhante no país asiático. Além disso, existem, aproximadamente, cem mil pessoas que dependem da água do lago que envolve a aldeia. Esse grande número reforça a necessidade de cuidados específicos com o tratamento da água residual para evitar a transmissão de doenças.


O sistema aplicado pelo Wetlands Work é totalmente natural. No banheiro criado por eles, antes que os dejetos sejam descartados no lago, eles passam por uma camada de plantas onde estão trilhões de microorganismo benéficos, ligados à área da superfície das raízes. Este processo de tratamento consegue reduzir as bactérias prejudiciais, como a Escherichia coli, que causa enfermidades como a diarreia, em até 99,9%.


O fundador da Wetlands Work, Tanber Hand, explicou que os banheiros flutuantes podem ser feitos com materiais locais, baixo custo e necessitando de pouca manutenção. Em declaração ao Fast Co.Exist ele ainda explicou que existem muitos sistemas naturais eficientes para banheiros em terra, mas que este é o único que funciona para as famílias flutuantes.


Todo o sistema de tratamento custa, em média US$ 30. O valor é considerado baixo para os padrões mundiais. Mas, ainda é alto para a população local. Para torna-lo mais acessível, o projeto deve contar com o apoio de outras organizações ou programas de microcrédito, para que as pessoas possam pagar pela estrutura em longo prazo. 

Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios