Pular para o conteúdo principal

O primeiro sistema solar de microgeração do RJ foi ligado à rede elétrica

Esse é meu sonho vender energia pra concessionária que fornece energia, então resolvi postar sobre o assunto. Em um País tão ensolarado, essa iniciativa do profissional Hans Rauschmayer, é da maior importância. Abaixo você poderá verificar as reportagens feitas sobre o assunto.

Resultado apurado após um ano de instalação do sistema solar fotovoltaico, em agosto de 2014


O primeiro ano com energia solar conectado na rede da Light, no Rio de Janeiro, mostra todas as vantagens desta tecnologia. A conta foi reduzido em mais que a metade do valor, com ganhos de R$ 1.266. Os ganhos ecológicos também foram significativos: mais que 1,5 tonelada deixaram de ser emitidas, e isso com apenas 14 m² de módulos fotovoltaicos!

A curva de geração mensal, abaixo, mostra outra vantagem da energia solar: ela é muito confiável. Mesmo nos meses de inverno, a produção diminuiu pouco. E parte deste efeito é a sombra causada por árvores que tiram aproximadamente 10% da irradiação nesta estação do ano. Sem este efeito teríamos uma curva quase linear, com apenas um pico forte em janeiro passado, conhecidamente um dos mais ensolarados da história do Rio.


Em resumo, percebemos que a geração distribuída comprova o potencial para a matriz energética do Brasil. Fica evidente que ela pode aumentar a segurança energética a um custo baixo e prevenir o aquecimento global. É preciso aproveitar os milhões de telhados no nosso país. 

Algumas matérias têm sido produzidas e/ou veiculadas pela mídia sobre esta instalação pioneira no RJ. Clique nos links para ler:
27 de março de 2014 - Globo News - Cidades e Soluções - André Trigueiro - Como produzir energia para ser consumida na própria casa
06 de março de 2014 - Jornal Nacional - Brasil possui apenas 83 microgeradores de energia solar
06 de fevereiro de 2014 - Rio capital da Energia - Hans Rauschmayer - Com sucessivos recordes de consumo, a energia solar mostra seu potencial
03 de janeiro de 2014 - Brasil Econômico - Aline Salgado - Investimento em luz própria, em busca de economia
25 de dezembro de 2013 - Reporter Brasil - Geração de energia solar tem baixa adesão no Brasil
12 de novembro de 2013 - O Globo Amanhã - Falta incentivo para energia solar no Rio
03 de novembro de 2013 - Com Ciência Ambiental - Casa em santa Teresa é certificada pelo uso de eletricidade solar
01 de novembro de 2013 - Instituto Ideal - Casa de Santa Teresa, no RJ, recebe Selo Solar do Ideal
01 de novembro de 2013 - Rio capital da Energia - Por Ana Paula Verly – Equipe RCE

28 de outubro de 2013 - Folha de São Paulo - por Daniel Tremel

17 de outubro de 2013 - Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro - FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO APRESENTA PROJETOS DE MICROGERAÇÃO DE ELETRICIDADE - Energia gerada dentro de casa - Amanda Lazaroni e Fábio Peixoto

01 de outubro de 2013 - Jornal Metro - Casa em Santa Teresa tem energia solar ligada à Light

setembro de 2013 - Revista GTD Energia Solar

17 de setembro de 2013 - Portal do Sindistal - Sindicato da Indústria de Instalações Elétricas, gás, Hidráulicas e Sanitárias do Estado do Rio de Janeiro

10 de setembro de 2013 - Revista Amanhã - O Globo - Bolívar Torres

28 de agosto de 2013 - Portal Rio Capital da Energia - por Ana Paula Verly – Equipe RCE

19 de agosto de 2013 - Jornal da Energia - por Maria Domingues

9 de agosto de 2013 - Eficiência Consultoria e Projetos

8 de agosto de 2013 - Revista Téchne - por Juliana Martins


Fonte: Solarize

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios

Telhado de Bambu

É muito resistente quando devidamente tratado, com uma estética linda e, não se utiliza só como cobertura, mas como vedação (paredes).  Quando os bambus não são tratados, o sol e a chuva os tornam fragilizados, criando fungos e ressecamento, a durabilidade é de uns 2 ou 3 anos, dependendo da região. Mas, se souber colher no dia certo (não caruncha e dura bastante) e aplicar um spray impermeável, a duração será muito maior que três anos *Dica:  - popularmente, a lua minguante (4ºdia) é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos (caule) de bambu.  - Use sulfato de cobre. Fonte: Brincadeira Sustentável