Pular para o conteúdo principal

Alguns exemplos de soluções de iluminação natural

Prisma de garrafas pet, brises e prateleiras de luz são alternativas

Biblioteca com pé direito de 7 metros e ampla área de vidro orientado para o sul na escola internacional do Grupo Positivo
(crédito: Petinelli)
O caso do Positivo
No projeto da escola internacional do grupo Positivo, foram considerados conceitos de aproveitamento de iluminação natural, conforto e ganho térmico desde as fases iniciais de projeto. Todas as salas foram projetadas para dimerizar as lâmpadas de acordo com a incidência solar. Brises externos foram projetados para reduzir o ganho térmico e proteger os alunos com relação ao ofuscamento. O tipo de vidro foi escolhido com cuidado, considerando questões térmicas e visuais. Neste projeto foi utilizado o recurso de simulação computacional e todas as medidas foram exaustivamente testadas para que a melhor solução fosse aplicada. O resultado foi um sistema de iluminação 74% mais eficiente, que gera uma redução de consumo de R$ 43.000,00 por ano para a escola. Todo o projeto foi realizado dentro do budget definido pelo proprietário, isto é, sem nenhum custo adicional, apenas utilizando inteligência de projeto e ferramentas de simulação.

No Ecopark iluminação zenital impede ganhos de calor
(crédito: Petinelli)
 Centro logístico Ecopark
Outro projeto que utiliza com sucesso a iluminação natural é o centro logístico Ecopark, que possui um galpão com 50.000m2. Galpões logísticos têm um alto potencial de redução de consumo de energia através do aproveitamento da iluminação natural. A iluminação representa mais de 60% do consumo de energia nesse tipo de edifício. Foram estudadas estratégias para otimizar o formato e a porcentagem de área translúcida das aberturas zenitais. A ferramenta da simulação foi utilizada para contabilizar os benefícios. Os resultados são grandiosos: utilizando-se um sistema de iluminação eficiente em conjunto com a iluminação natural, comprovou-se uma redução de R$ 1 milhão ao ano no consumo de energia e um payback de 8 meses com relação ao investimento adicional.
Prisma de luz e garrafas pet
Vila Verde cita como uma solução interessante a apresentada pelo escritório Andrade Morettin Arquitetos, de São Paulo. Em seu projeto para a Residência AA, o uso da iluminação natural não se limita ao emprego de esquadrias. Nela, os limites convencionais da iluminação zenital são superados através do emprego de um grande prisma de luz automatizado, como um componente de condução. Feito de estrutura metálica e vidro fosco, o elemento funciona como uma grande luminária que, alimentada pela luz do sol, traz luz natural ao interior da casa.
Tal estratégia pode ser encontrada em opções mais simples e econômicas, segundo ele. A solução, inventada por um brasileiro e adotada em habitações de famílias carentes nas Filipinas e na África, consiste em garrafas plásticas preenchidas com uma solução de água e cloro as quais, instaladas em buracos no teto, são capazes de “espalhar a luz solar” no interior de ambientes escuros durante o dia, dispensando o uso de energia elétrica.
A escola internacional  do Grupo Positivo e o Ecopark são empreendimentos que contaram com a consultoria da Petinelli.
Fonte: Portal  E A

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios