Pular para o conteúdo principal

Novo México irá construir cidade para testar tecnologias sustentáveis


cite-research-campus-e1336674369677.jpg
A cidade teste não será habitada/Imagem:Divulgação

A empresa norte-americana Pegasus Global Holdings especializada em desenvolvimento internacional de tecnologia, anunciou planos para construir uma cidade ao longo de 20 km no deserto de Lea County, região do Novo México (Estados Unidos), que servirá para testar infraestrutura e tecnologias sustentáveis.

Com capacidade para 35 mil pessoas, a cidade chamada de Cite (Centro de Avaliação Testes e Inovações) não será habitada, mas cada casa será projetada como se fosse, incluindo sistemas cotidianos, como aparelhos eletrônicos e sanitários.

Segundo o portal ArchDaily, ela terá o porte de uma cidade americana moderna, e vai integrar ambientes urbanos e suburbanos do mundo real, juntamente com todos os elementos típicos de infraestrutura que compõem as metrópoles de hoje. Isso irá fornecer aos clientes uma oportunidade única para testar e avaliar tecnologias em condições que simulam mais aplicações da realidade.

Os pesquisadores pretendem testar tudo, desde sistemas de tráfego inteligentes para a próxima geração de redes sem fio em máquinas de lavar automáticas até auto-descarga em sanitários.

A construção está prevista para começar em 30 de junho. O custo inicial de desenvolvimento é estimado em US$ 400 milhões, mas o investimento total deverá superar os US$ 1 bilhão. O projeto pretende criar 350 postos de trabalho permanentes.

Algumas das principais aplicações previstas para serem testadas e avaliadas dentro do Cite incluem:
Sistemas Inteligentes de Transportes (ITS)
Energia Verde: Geração de Energia Alternativas de Energia (por exemplo, geotérmica, solar)
Smart Grid Technologies
Telecomunicações
Desenvolvimento de Recursos (por exemplo, Dessalinização)
Segurança

Assista o vídeo do projeto:





Fonte: Portal EcoD

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios