Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

11 de out de 2009

Como substituir as lâmpadas de 100 watts para economizar?


Diante da iminente retirada das lâmpadas incandescentes de 100 watts do mercado, conheça as equivalências com outras tecnologias para fazer uma substituição gradual na sua casa. Você contribuirá com o meio ambiente reduzindo o consumo de energia e depois economizará muito nas contas de luz.
Passos
1

Você pode adotar as lâmpadas fluorescentes compactas (também conhecidas como lâmpadas de baixo consumo) de 25 watts, que equivalem a uma de 100 watts incandescente. Elas custam mais, porém garantem uma economia de 65% a 80% de energia.
2
Se você substituir as lâmpadas incandescentes de 100 watts por lâmpadas halógenas, reduzirá o consumo de luz de 25% a 45%.
3
Outra possibilidade é adquirir quatro lâmpadas dicroicas compostas por 21 leds de alta luminescência (no total vão equivaler a uma lâmpada de 100 watts). Elas também são mais caras, mas não emitem calor e cada uma tem 30 mil horas de vida útil.
4
Se você usar lâmpadas de baixo consumo onde as luzes ficam acessas durante quatro horas por dia evitará gastar 30% de eletricidade.
5
As lâmpadas fluorescentes compactas são indicadas para cozinhas, quartos e salas.
Importante
•A medida que proíbe a fabricação e a importação de lâmpadas incandescentes já entrou em vigor na União Europeia, em Cuba e nos Estados Unidos. Em breve deve ser adotada no Brasil e na Argentina.
•Até o fim de 2012, todas as lâmpadas incandescentes serão retiradas do mercado dos países da União Europeia.
*Fonte: http://www.bemsimples.com/