Pular para o conteúdo principal

7 dicas para transformar espaços pequenos


Com o passar do tempo, muitas pessoas têm preferido cantinhos menores para viver. Os apartamentos estão cada vez mais enxutos e, por isso, seus moradores precisam transformar o ambiente em algo funcional, mas ao mesmo tempo aconchegante e descolado.

Nessa hora a criatividade deve aflorar para que você consiga decorar o seu cantinho, sem deixar de lado a praticidade e a consciência sustentável.

Quer ver como isso é possível? Então confira as dicas que separamos para você.

1. Uma dica de ouro para começar a nossa lista é a respeito da cor de base, ou seja, nas paredes do ambiente. Escolha um tom claro ou cru e capriche nas cores dos acessórios, enfeites e móveis. Dessa forma, o visual fica mais fácil de ser alterado. Cores escuras passam a impressão de que o espaço é menor.

2. Apesar de ser bastante conhecido, esse toque não pode ficar de fora. Inclua espelhos no ambiente para transmitir a sensação de espaço. Além disso, objetos translúcidos, como vidros e cristais, criam pontos de luz que também contribuem para isso.


3. Evite colocar objetos na área de passagem, como mesinhas, tapetes e banquetas. O melhor é deixar a área de circulação livre.

4. Utilize biombos, prateleiras vazadas e cortinas para dividir ambientes. Caso necessite, pode deixá-los abertos, dependendo da utilização.


5. ​Opte por móveis e prateleiras modulares e funcionais. Além de serem mais leves, podem suprir diversas necessidades de uma só vez. Evite móveis grandes e pesados.

6. Caixas organizadoras são o que há para espaços pequenos. Se você conseguir adicionar caixas de madeira e pallets, melhor ainda. O toque sustentável não pode faltar.

7. Opte por portas de correr. Você ganhará espaço, além de ser super moderno.


Fonte: Atelier221b


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios