Pular para o conteúdo principal

Novo parque urbano de Chicago construído em uma linha de trens abandonada


Em 1871, um incêndio que durou três dias destruiu grande parte de Chicago, fazendo com que nos anos seguintes um plano de reconstrução fosse desenvolvido.

Este incluía obras de infraestrutura e projetos urbanos, sendo um deles a linha férrea Bloomingdale, construída em 1873 na região noroeste da cidade para o transporte de cargas e passageiros e, assim, impulsionar o desenvolvimento industrial e social nesta área.

Embora tenha funcionado por quase cem anos, na década de 1980 teve um menor fluxo de trens, caindo em desuso nos anos 1990, quando outras redes de transporte começaram a absorver a demanda.

Com isso, o espaço entre os trilhos começou a ser preenchido por vegetação, passando a ser visto pelos moradores de Logan Square, um dos bairros com menor quantidade de áreas verdes da cidade, como um local ideal para um parque - ideia considerada pelo Departamento de Desenvolvimento e Planejamento da cidade desde 2003. 


A proposta começou receber mais interesse entre os habitantes da região que constituíram a organização Friends of the Bloomingdale Trail, através da qual vêm trabalhando em parceria com a The Trust for Public Land (TPL), uma organização sem fins lucrativos dedicada a proteger as áreas verdes urbanas, garantindo seu acesso às gerações futuras. 

Em conjunto, avaliaram as características do espaço e determinaram que o novo parque urbano poderia ser linear, aproveitando o traçado existentes da linha férrea como um corredor voltado para pedestres e ciclistas.

O nome "The 606", está associado ao código postal dos bairros adjacentes ao trilho - um modo de destacar o espírito comunitário do projeto, que se estende por 4,8 km.


O parque começou a ser construído em setembro de 2013 com as obras de recuperação das pontes e viadutos ferroviários, 37 no total, que foram construídos no final do século XIX.


Além disso, foi necessário conectar seis parques existentes e criar 12 pontos de acesso, localizados a cada 400 metros, além de instalar 17 rampas de acesso para garantir que todos possam desfrutar do parque. 


O novo parque urbano de Chicago, que une as avenidas Ashland e Ridgeway através da artéria Bloomingdale, foi inaugurado no dia 6 de junho de 2015, passando a oferecer aos habitantes e visitantes novos espaços públicos ricos em vegetação e sem interrupções viárias. 

Este novo espaço, impulsionado pelos próprios cidadãos, teve um custo de US$95 milhões, dos quais US$54 milhões são provenientes de fundos públicos, US$ 18 milhões de doações privadas e o restante através de campanhas criadas por organizações cidadãs. 

O novo parque também recebe eventos culturais e é palco de intervenções urbanas, como a criação de murais em seus pontos de acesso.


Fotografias: The 606 Chicago (disponível no Flickr).
Fonte: Archdaily

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Política dos 5 R's e Consumo Consciente

A politica dos 5Rs, são as possíveis acções práticas que no dia a dia, podem reduzir o impacto no meio ambiente, através do estímulo ao consumo consciente. São elas: 1 - Repensar os hábitos de consumo Pense na real necessidade da compra daquele produto, antes de comprá-lo. Depois de consumi-lo, separe as embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha usado. Deite no lixo apenas o que não for reutilizável ou reciclável. Evite o desperdício de alimentos. Use produtos de limpeza biodegradáveis. Prefira embalagens de papel e papelão. Adquira produtos recicláveis ou produzidos com matéria-prima reciclada, durável e resistente. Utilize lâmpadas economizadoras e pilhas recarregáveis ou alcalinas. Mude seus hábitos de consumo. 2- Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde Compre apenas produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde. Fique atento ao prazo de validade e escolha as fábricas e empresas que têm compromissos com a ecologia. Evite o excesso de sacos

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt