Pular para o conteúdo principal

Artesã cria broches refletivos para segurança de ciclistas



O produto da artesã é prático, divertido e tem um custo acessível. | Foto: <a href=‘http://www.spotme.cc/Page4.html‘ target=‘_blank‘ >Link Aqui</a>
O produto da artesã é prático, divertido e tem um custo acessível. | Foto: Link Aqui
Katie começou a fazer acessórios refletivos para que fossem usados por ela mesma e por seus amigos.| Foto: <a href=‘http://www.spotme.cc/Page4.html‘ target=‘_blank‘ >SpotMe</a>
A artesã também produz cartões com ilustrações em relevo sobre ciclismo. | Foto: <a href=‘http://www.spotme.cc/Page4.html‘ target=‘_blank‘ >SpotMe</a>
É uma ideia simples, mas que pode fazer toda a diferença durante a pedalada noturna. | Foto: <a href=‘http://www.spotme.cc/Page4.html‘ target=‘_blank‘ >SpotMe</a>
A morte de ciclistas que pedalam a noite é, muitas vezes, justificada pela alegação de que o motorista não enxergou a pessoa a tempo de evitar a tragédia. Ser notado na pista é uma questão de sobrevivência, pelo menos foi isso que percebeu a artesã Katie Barton. Ela cria broches com material reflexivo para serem colocados nas roupas.

Foi em seu estúdio, localizado no centro de Londres, que Katie começou a fazer acessórios refletivos para que fossem usados por ela mesma e por seus amigos. A ideia é que, ao usar os bottons, o ciclista fique iluminado e seja visto mesmo à distância. É uma ideia simples, mas que pode fazer toda a diferença durante a pedalada noturna.

O produto da artesã é prático, divertido e tem um custo acessível. Chamado de SpotMe, eles são feitos com todo o cuidado e podem ser colocados em qualquer peça de roupa ou, caso o ciclista esteja carregando uma bolsa, pode ser colocado no acessório que estiver levando.

Além dos bottons, a artesã também produz cartões com ilustrações em relevo sobre ciclismo. O interior do cartão é todo branco para que o remetente possa escrever sua mensagem.

O produto é vendido na Inglaterra, Espanha, Estados Unidos, além da venda pelo site Our Workshop. Cada broche custa apenas cinco dólares e o site “Eu vou de bike” ainda dá a dica: basta um alfinete e uma fita refletiva para fazer um parecido em casa.

Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios

Telhado de Bambu

É muito resistente quando devidamente tratado, com uma estética linda e, não se utiliza só como cobertura, mas como vedação (paredes).  Quando os bambus não são tratados, o sol e a chuva os tornam fragilizados, criando fungos e ressecamento, a durabilidade é de uns 2 ou 3 anos, dependendo da região. Mas, se souber colher no dia certo (não caruncha e dura bastante) e aplicar um spray impermeável, a duração será muito maior que três anos *Dica:  - popularmente, a lua minguante (4ºdia) é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos (caule) de bambu.  - Use sulfato de cobre. Fonte: Brincadeira Sustentável