Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

12 de out de 2016

Sistema de iluminação com garrafas PET - Passo a Passo

Iluminação econômica

Sistema de iluminação com garrafas PET pode reduzir em até 40% os custos com energia elétrica no canteiro durante as obras

Para diminuir os custos com energia elétrica nas instalações de apoio de sua obra, a construtora paulista MGBigucci implantou um sistema de iluminação natural com garrafas PET que pode reduzir em até 40% os custos com eletricidade durante toda a construção. O sistema foi colocado no telhado de banheiros, do almoxarifado, do escritório e do refeitório do canteiro de obras do Condomínio Nova Santo André II.
Em cada telhado de 40 m² (10 m x 4 m), construído com telhas de fibrocimento, foram instaladas oito garrafas PET incolores, com capacidade de 2 l, cheias de água limpa e algumas gotas de cloro. Para que o sistema funcione, 40% do corpo da garrafa deve ser instalado acima do telhado, exposto à incidência da iluminação solar; e 60% da garrafa fica abaixo do telhado, no interior da construção. Assim, a incidência dos raios solares na garrafa reflete e difunde a luminosidade para a parte abaixo do telhado.
 Fotos: divulgação MBigucci
Para telhados com 40 m², por exemplo, a instalação de oito garrafas já é o suficiente para garantir boa luminosidade. 
Fotos: divulgação MBigucci
O custo, segundo o diretor técnico Milton Bigucci Júnior, é praticamente zero, pois são utilizados, além das garrafas com água, apenas arame para fixação, pedaços de ferro que sobram da própria obra, e silicone para a vedação. O sistema substitui a iluminação elétrica durante o período diurno, quando está claro. Por isso, os pontos com lâmpadas fluorescentes foram mantidos para dias chuvosos e escuros, além do período noturno.
Para certificar a capacidade de iluminação das garrafas, a construtora contratou uma consultoria para comparar o nível médio de iluminamento (lux). O teste foi feito nos locais com portas e janelas fechadas, entre 9h30 e 13h50, e em dias com períodos de sol, sol entre nuvens e nublado. O resultado apontou que o sistema com garrafas é mais eficiente que as lâmpadas fluorescentes, especialmente em dias ensolarados. A luminosidade média, com o sistema, é de cerca de 200 lux, nível mais alto do que os 150 lux exigidos na norma técnica NBR 5413 - Iluminância de Interiores.

NSTALAÇÃO DO SISTEMA
Veja como são as etapas de execução do sistema de iluminação natural com garrafas PET, que tem custo praticamente zero de instalação. 
Fotos: divulgação MBigucci
1. Primeiro, marque onde serão instaladas as garrafas PET. Em seguida, utilize a própria garrafa para medir o diâmetro do furo a ser feito no telhado de fibrocimento.
2. Execute o furo com uma serra-copo. Para que haja o encaixe, o buraco deve ser do mesmo tamanho do diâmetro da garrafa. Recomenda-se que 40% do corpo da garrafa fique acima do telhado.
  
Fotos: divulgação MBigucci
3. Após encaixar a garrafa, amarre um arame em sua tampa. Esse arame será fixado na estrutura de ferro que será presa no telhado.
4. A vedação da garrafa, para evitar infiltrações, deve ser feita com silicone. A construtora relata que esse tipo de vedação é eficiente e que nunca enfrentou problemas de vazamentos.
 Fotos: divulgação MBigucci
5. A fixação da garrafa é feita por uma espécie de gaiola, que pode ser produzida com sobras de ferro da própria obra. Essa estrutura é parafusada no telhado e, em seguida, a garrafa é presa nela com arame.


Lâmpada de Garrafa Pet

A Lâmpada de Moser é tão somente uma garrafa transparente, cheia de água, que deixa a luz do dia passar pelo telhado e a espalha pelo ambiente. Diferente de uma clarabóia a garrafa PET consegue dispersar a luz de maneira a fazer a mesma função que uma lâmpada comum. Ela também é versátil pois pode ser instalada em diferentes tipos de telhado, além de ser praticamente de graça, o que não acontece com uma telha de vidro ou similar.

Para fazer sua própria lâmpada não é preciso muita coisa. Bastam apenas os seguintes itens abaixo:
Uma garrafa PET transparente (branca) de 1 litro ou mais;
Água;
Água sanitária;
Massa para vedar (massa plástica);
Filme fotográfico usado, para proteger a tampa da garrafa (Opcional).

Para a instalação da lâmpada você precisará de algum tipo de ferramenta para cortar orifícios em formato circular nas telhas em que deseja colocar as garrafas. Para isto pode-se usar uma furadeira, serra, talhadeira ou qualquer ferramenta disponível que possa fazer isto.
 

Ela tem uma potência entre 40 e 60 watts, dependendo se o tempo está nublado ou ensolarado e do horário, chega a economizar até 30% da energia gasta em iluminação. A taxa só não é maior pois seu funcionamento, obviamente, só acontece durante o dia.

Fonte: Equipe de Obra - Ser Melhor