Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

3 de set de 2014

Sul-coreanos recarregam celulares com energia vinda de rio despoluído


Os moradores de Seul já podem recarregar smartphones e tablets com energia limpa proveniente de um rio que corta a cidade. A opção é disponibilizada gratuitamente e foi possível graças a pequenas estações hidrelétricas de produção de eletricidade.

O sistema foi inaugurado na última semana, no rio Cheonggyecheon, que já representou um enorme problema público dos sul-coreanos, mas hoje é uma referência em recuperação ambiental. A tecnologia aproveita a corrente natural do rio, sem modificar o seu curso natural.

“A instalação de geração de energia hidrelétrica em pequena escala minimiza os efeitos negativos sobre o meio ambiente, uma vez que produz eletricidade sem barragens. Ela exige apenas turbinas simples”, explicou um dos representantes do projeto, em declaração ao jornal local Korea Herald.

A tecnologia foi patrocinada por sistemas de financiamento coletivo e passará por testes durante três meses. Dependendo de como for a aceitação dos usuários, ele pode ser expandido para outros pontos ao longo dos 5,8 quilômetros de extensão do rio que corta o centro da cidade.

A novidade faz parte de um projeto municipal que incentiva o uso de energia alternativa. Além das centrais que utilizam a força do rio para gerar energia, a capital sul-coreana estuda a instalação de cabines equipadas com placas fotovoltaicas.

Fonte: CicloVivo