Pular para o conteúdo principal

Condições básicas para manutenção da composteira: temperatura e umidade


Durante a compostagem, temperatura e umidade são fatores que, se controlados, favorecem os processos realizados na composteira, proporcionando um ambiente adequado para a sobrevivência e ação das minhocas no sistema.

As minhocas californianas (ideais para compostagem doméstica) preferem habitar ambientes mornos, que têm temperaturas que variam entre 13°C e 27°C.

A temperatura das caixas de compostagem é geralmente alguns poucos graus mais fresca que a temperatura do ar no verão. No inverno, o inverso ocorre e a temperatura das caixas é um pouquinho mais quente.

Se seu sistema de compostagem permanecer muito acima ou muito abaixo do recomendado (13°C - 27°C), com certeza você terá problemas.

Se a temperatura for muito baixa, as minhocas ficam num estado de dormência, o que resulta na falta de atividade dentro do sistema. Em temperaturas abaixo de -4°C, as minhocas congelam e morrem. No caso de a temperatura superar a faixa mais alta recomendada, a população das minhocas aumenta muito rapidamente, fazendo com que o oxigênio seja consumido mais rápido e problemas com a acidez do sistema surjam.
Umidade

A mistura da "cama" (serragem e terra que forram a caixa) das minhocas com os resíduos deve ter umidade em torno de 50%. Mas como chegar a esse nível? Pense na quantidade de água que existe em uma esponja torcida (ela não está seca e nem encharcada). Para verificar se a umidade da sua composteira está num nível legal, basta pegar um punhado do conteúdo e apertar fortemente entre os dedos, se sua mão ficar levemente úmida, significa que está tudo certo, se um pouco d'água, escorrer significa que o conteúdo esta úmido demais e precisa ser ajustado (saiba mais aqui).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios