Pular para o conteúdo principal

Vagão abandonado é transformado em centro cultural itinerante no Equador



Um vagão abandonado do sistema ferroviário do Equador foi transformado em um centro itinerante de cultura e lazer, em que são realizadas apresentações musicais, festas, peças de teatro, oficinas de capacitação e outras atrações totalmente gratuitas por onde passa. A transformação do antigo vagão em novo centro de cultura abriu novas oportunidades à população, e, ainda, tornou-se referência de sustentabilidade na arquitetura.


Batizado de “Vagão do Saber”, o projeto dos arquitetos do escritório Al BordE faz parte da revitalização das linhas férreas do país latino, que possui apoio do Ministério da Cultura e do Patrimônio do Equador. O novo vagão leva desenvolvimento por onde passa, isso porque, há diversas comunidades isoladas no entorno da linha do trem, desativada há mais de doze anos. Assim, o projeto está aumentando a importância econômica destas áreas, cujos cenários são de risco e fragilidade social.


Utilizar pouco material para construir um espaço com muitas funções foi um dos conceitos de sustentabilidade adotados pelos arquitetos responsáveis pelo Vagão do Saber. Além disso, os operários responsáveis pela reforma foram moradores das comunidades locais, selecionados e capacitados pelas próprias oficinas do projeto. De acordo com o site Plataforma Arquitectura, para diminuir o tempo e o dinheiro gastos nas obras, poucas foram as intervenções na estrutura abandonada. Assim, segundo os arquitetos, foi necessário apenas incluir um teto retrátil, móveis adaptados e alguns tonéis no interior do vagão. 


Quando começam a rodar seu trajeto, os condutores selecionam a opção de uso do Vagão do Saber, que pode ser convertido numa praça de convivência, numa sala de cinema, num teatro, ou, ainda, num escritório multiuso. A fim de preservar a identidade do equipamento férreo, a estrutura original foi preservada, mesmo com os desgastes provocados pelo tempo. Em breve, o projeto vai percorrer as cidades do litoral do Equador, levando atrações culturais à população local e aos visitantes destas áreas.

Fontge: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios