Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

17 de mai de 2016

Mobiliário para Dormitório utilizando Caixotes de Madeira descartados

Em muitos países, principalmente nos caracterizadas pelo excesso de desperdícios como o Brasil, as poucas atitudes e ações sustentáveis acabam adquirindo reconhecimento da população. Em meio a isto, o meio acadêmico acaba instigando os alunos a refletirem sobre a temática da sustentabilidade, incentivando-os a expandir a sua criatividade e, acima de tudo, ultrapassar as barreiras e preconceitos sociais. E foi desta forma, partindo da ideologia da otimização dos materiais, que o estudante Andriel Fenner de Arquitetura e Urbanismo da UCPel, propôs um trabalho de reciclagem de materiais, criando um mobiliário para dormitório utilizando caixotes de madeira descartados. 

A ideia surgiu da necessidade de criação de um mobiliário que priorizasse a ventilação e iluminação natural, uma vez que, a cidade litorânea de Rio Grande (RS) apresenta altos índices de umidade do ar. Assim, aliando-se as tendências atuais do EcoDesign e um pouco de criatividade, criou-se um projeto não apenas funcional, mas educativo à sociedade.

Os caixotes, recolhidos após o seu descarte, foram devidamente preparados para o seu uso e para resistirem ao tempo. As técnicas utilizadas foram simples e se resumiram apenas à lavagem, lixação, impermeabilização e pintura com cores que minimizassem as falhas da madeira. Após isto, os caixotes foram fixados uns aos outros com fios metálicos, transformando o que antes era considerado “Lixo”, para a maioria das pessoas, em uma ideia simples, criativa, ecológica e barata, na qual supre as necessidades do aluno.

Estamos vivenciando um momento no qual é muito simples julgar e questionar opiniões. Muitos desses julgamentos se encontram enraizados no preconceito do novo tanto assim que, são poucos os indivíduos que quebram este preconceito com iniciativas. Este simples projeto não busca resolver o problema do desperdício de materiais e pode não ser considerado como uma obra do design de interiores mas, sem dúvidas, demonstra como simples ideias ou atitudes podem contribuir para uma vida mais sustentável. É preciso que a sociedade tome consciencia da situação atual e, antes de criticar ou exijir ações governamentais eficientes, busquem mudar seus habitos diários, priorizando a conservação ambiental.

Escrito Por:
Andriel E. Fenner,
Ph.D student, College of Design, Construction and Planning 
University of Florida - Rinker School of Construction Management 
Powell Center for Construction & Environment 
573 Newell Dr, Gainesville, FL 32603 
Contact: (+1) 352 870 2482