Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

2 de fev de 2015

Tecnologia aproveita fluxo de água em canos para gerar energia limpa


A cidade de Portland, no Oregon, EUA, anunciou o teste de um novo sistema de produção de energia limpa. A tecnologia consiste, basicamente, em turbinas instaladas nas tubulações de água, que funcionam como pequenas hidrelétricas.

Apelidado de LucidPipe, o sistema deve produzir energia suficiente para abastecer 150 residências. A empresa responsável pelo projeto é a Lucid Energy, que ofereceu um contrato de 20 anos com a prefeitura local para a produção de energia limpa.


Esta é a segunda vez que a empresa aplica a tecnologia no sistema de distribuição de água, Os primeiros testes foram realizados na Califórnia. Apesar de ser pouco utilizada até o momento, o intuito da empresa fabricante é justamente tirar o projeto do papel para provar que ele funciona de verdade. “É fundamental ter exemplos reais do funcionamento da tecnologia para provar que é confiável, durável e que faz sentido”, explicou o CEO da Lucid Energy, Gregg Semler, ao jornal The Oregonian.


A turbina foi instalada em Portland sem custo algum para o município. Em contrapartida, a estrutura é fruto de um investimento privado de US$ 1,7 milhão. Para ter o retorno do investimento, a empresa venderá a energia para a companhia local de eletricidade, em um contrato de US$ 2 milhões por vinte anos. Conforme noticiado pela imprensa local, o tubo tecnológico está em fase de testes, mas deve estar em pleno funcionamento nos próximos dois meses. 

Veja abaixo o vídeo de apresentação do sistema:

Fonte: CicloVivo