Pular para o conteúdo principal

Alemães criam revolucionário concreto solar e agitam o setor de construção civil



Capaz de gerar energia elétrica ao mesmo tempo que dá forma a paredes, o DysCrete, assim chamado o inovador concreto solar alemão, atua exatamente como uma placa solar e é visto como um divisor de águas para a arquitetura sustentável. Os responsáveis por sua criação são uma artista, um arquiteto e pesquisadores da Universidade de Kassel, na Alemanha, que utilizaram durante todo o processo de geração do produto os mesmos fundamentos de desempenho das placas solares comuns.

Assim como as plantas, que absorvem a luz do sol transformando-a em energia, o concreto solar inspirou-se no processo de fotossíntese para funcionar. Para tal, seus inventores utilizaram como base concreto convencional misturado a grafite e dióxido de titânio, materiais esses responsáveis por fazer do concreto solar um condutor elétrico tanto positivo, quanto negativo. Aliás, esse é um de seus diferenciais, que faz com que ele seja sensível ao toque e gere eletricidade por meio de um simples contato da mão com a parede.

Após solidificado, o concreto solar recebe algumas camadas de tinta com o objetivo de oferecer ao produto as propriedades necessárias ao seu funcionamento. Ou seja, são criadas “células solares sensibilizadas por corante” apropriadas para realizar uma fotossíntese artificial quando interligadas e na ordem correta de cores gerando, consequentemente, eletricidade. “As camadas têm pigmentos específicos que, quando atingidos pela energia solar, liberam elétrons e fluem como uma corrente elétrica”, explica Thorsten Klooster, o arquiteto inventor.

O concreto solar em uma construção sustentável

Em relação à eficiência do concreto solar como material de construção, as investigações continuam a ser feitas com a finalidade de melhorar o seu desempenho. Uma célula solar presente nele, por exemplo, fornece apenas centenas de milivolts, o que faz com que sua eficácia seja de apenas 2%. Apesar disso, os pesquisadores afirmam que o emprego do concreto solar em obras vale muito a pena. A prova está nas condições de iluminação: quando ideais, apenas um metro quadrado do produto é capaz de gerar 20W de energia.

Heike Klussmann, gerente de projetos e uma das envolvida na criação, ainda observa que a vantagem do concreto solar está na forma fácil com que é produzido, além de ser ecologicamente correto e permitir aplicação em grandes áreas. “Pensando no futuro, dá para imaginar uma cidade na qual todas as superfícies lisas e impermeáveis consigam produzir eletricidade”, conclui Heike. Por esta razão, o concreto solar é indicado para uso em fachadas; quanto mais células solares tiver, mais a parede produzirá energia.

O lado positivo do material também está nos custos da produção, que são mais baixos que o das placas fotovoltaicas pelo valor acessível de seus materiais, o que resultará em uma comercialização também mais barata. A estimativa dos cientistas é de que o concreto solar estejadisponível no mercado de construção civil em até cinco anos. Que venha para o Brasil e que sua invenção inspire os pesquisadores daqui!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios