Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

6 de jun de 2017

Brasileiros desenvolvem tinta ecológica que não prejudica crianças nem o meio ambiente

Novo modelo é 100% atóxico e é produzido com pigmentos naturais de folhas, raízes, frutas, flores e vegetais.


Existem diversas formas de desenvolver costumes sustentáveis dentro da educação. Em todos os casos, os ganhos da prática para a sociedade e, o mais importante, para o meio ambiente, são notórios, ajudando a estimular esse tipo de pensamento para futuras gerações, o que, por consequência, beneficiará o planeta.
Seguindo essa ideia, três designers cariocas fizeram um curso de tecnologia intuitiva e bioarquitetura, e, depois de se interessarem no estudo de tintas orgânicas, acabaram desenvolvendo uma nova versão que tem tudo para fazer um grande sucesso entre as crianças. Trata-se da criação da Mancha Orgânica, uma tinta ecológica que não prejudica crianças e nem o ambiente.
Produzida com pigmentos naturais de folhas, raízes, frutas, flores e vegetais, a Mancha é um material 100% atóxico, que apresenta características bem parecidas com as tintas convencionais e se destaca justamente pela ausência de substâncias com potencial para prejudicar à saúde em seu manuseio. Vale lembrar que essa prática não é nova, mas foi resgatada de maneira sustentável.
De acordo com seus criadores, Rafael D’Ávila, Amon Pinto e Pedro Ivo Costa, o novo produto conta com um catálogo de 50 cores, que podem ser aplicadas em madeira ou papel. Desta forma, além do público infantil – que popularmente utiliza o material para atividades escolares –, a Mancha pode também ser usada de maneira interessante na produção de materiais gráficos e pintura de móveis.
Para explorar essa oportunidade, os designers têm inserido a Mancha em participações de workshops de educação infantil e outras ações pontuais, com o objetivo de aproximar as crianças aos hábitos sustentáveis, através da relação entre cores e alimentos para utilização das novas tintas orgânicas.
Vale destacar que, no Brasil, marcas do segmento da moda, por exemplo, já fazem uso dessa novidade na criação de novas peças de roupas. A Mancha, inclusive, tem participado de programas e desafios sustentáveis com o intuito de promover à ideia e compartilhar seus valores.