Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

15 de out de 2016

O que as escolas mais inovadoras do século XXI têm? 8 exemplos que você precisa conhecer

Ørestad Gymnasium / 3XN. Imagem © Flickr User: [Indire], sob licença CC BY-SA 2.0

Se pensarmos como era o sistema educativo antigamente, percebemos que tanto a pedagogia aplicada nas escolas, como as infraestruturas escolares, eram muito diferentes do sistema atual. O modelo educativo do século XX poderia ser definido como similar ao 'modelo espacial das prisões, sem interesse nenhum em estimular uma formação integral, flexível e versátil', como já foi exposto há algum tempo aqui no ArchDaily Brasil.

Entretanto, agora, nos encontramos em uma época em que as transformações sociais, econômicas e os avanços na tecnologia têm criado uma sociedade mais global na qual a informação e a aprendizagem são cada vez mais acessíveis. Esta mudança radical tem transformado a sociedade em que vivemos, tornando obsoleto o modelo educativo atual baseado em um ensino rígido e unidirecional.

Desta maneira, existem escolas que não somente romperam com o modelo de ensino tradicional, mas também, traçaram novas referências educativas internacionais, explorando novos paradigmas e abrindo novas possibilidade dentro do desenho dos espaços educacionais. Posto que a arquitetura como os modelos educativos costumam refletir a ideologia de uma sociedade, como se define a escola do século XXI?


No mundo, existem muitas escolas pioneiras que decidiram dar uma passo a frente e avançar em direção ao futuro da educação, propondo novos modelos onde todos os alunos, sem importar sua origem ou condição, alcançam o melhor deles mesmos. Apresentamos a seguir, algumas escolas inovadoras do século XXI que mudaram radicalmente a maneira de desenhar os modelos educativos. 

Ørestad Gymnasium / 3XN. Imagem © Flickr User: [Wojtek Gurak], sob licença CC BY-SA 2.0

O edifício é criado a fim de promover uma nova visão educacional de uma escola secundária em Copenhague, Dinamarca. Seu desenho promove a aprendizagem reflexiva e colaborativa que se aplica através de uma variedade de estilos de ensino, seja trabalhando em pequenos grupos ou individualmente. Para responder a demanda, os arquitetos propõem um edifício de planta livre que se organiza em torno de uma escada central. Seu desenho aberto, portanto, obriga aos professores a inovar no métodos de ensino.

Plaza Ecópolis / Ecosistema Urbano - Madri, Espanha

Plaza Ecópolis / Ecosistema Urbano. Imagem © Emilio P. Doiztua

Este projeto se desenvolve em um contexto rodeado por infraestruturas de transporte da indústria, por isso, seu objetivo principal é integrar o conceito de sustentabilidade na vida diária e melhorar o ecossistema urbano do local. O desenho do colégio cria um espaço público acessível aos habitantes do bairro. Seu programa educativo se desenvolve com um programa que permite conscientizar seus alunos sobre o meio ambiente a fim de as crianças se tornem adultos responsáveis.

Plaza Ecópolis / Ecosistema Urbano. Imagem © Emilio P. Doiztua
Escola primária Hakusui / Yamazaki Kentaro Design Workshop
Chiba, Japão

Jardim de Infância Hakusui / Yamazaki Kentaro Design Workshop. Imagem Cortesia de Yamazaki Kentaro Design Workshop

Esta escola se desenvolve levando em conta seu contexto, aproveitando a natureza que o rodeia e, ao mesmo tempo, criando um espaço divertido para as crianças. Desta maneira, cria-se uma 'grande casa' para as crianças, ou seja, um espaço amplo que, pela topografia do terreno, parece um grande conjunto de escadas e que permite a interação de crianças com diferentes idades e diversos ritmos.

Jardim de Infância Hakusui / Yamazaki Kentaro Design Workshop. Imagem Cortesia de Yamazaki Kentaro Design Workshop - Escola Kwel Ka Baung/ a.gor.a Architect - Mae Sot, Tailândia

Escola Kwel Ka Baung / A.gor.a Architect. Imagem Cortesia de Agora Architects

Situada na fronteira entre Tailândia e Birmânia, esta escola tem como objetivo principal proporcionar educação às crianças de famílias desalojadas devido aos conflitos civis. Este projeto foi desenhado a fim de envolver a comunidade dentro do processo construtivo da escola, esperando que os trabalhadores do estado de Karen refinem suas habilidades e aprendam sobre o sistema construtivo de adobe. 

Escola Kwel Ka Baung / A.gor.a Architect. Imagem Cortesia de Agora Architects
Vittra Telefonplan / Rosan Bosch - Estocolmo, Suécia

Vittra Telefonplan / Rosan Bosch. Imagem Cortesia de Desconhecido

Os princípios pedagógicos da escola Vittra, em Estocolmo, estão baseados principalmente em criar entornos de aprendizagem estimulantes para os estudantes. Na escola não existem as salas de aula, nem paredes, mas sim, divisões espaciais que criam laboratórios flexíveis permitindo o desenvolvimento de diferentes tipos de aprendizagem que se baseiam em uma didática digitalizada. 

Vittra Telefonplan / Rosan Bosch. Imagem Cortesia de Desconhecido
Jardim de Infância do Cultivo / Vo Trong Nghia Architects - Dong Nai, Vietnã

Jardim de Infância de Cultivo / Vo Trong Nghia Architects. Imagem © Gremsy

Este jardim de infância foi desenhado para os filhos de trabalhadores de uma fábrica de sapatos no Vietnã utilizando um orçamento reduzido. Entretanto, o desenho em alta qualidade permite que as crianças tenham um espaço verde onde possam experimentar a natureza e aprender sobre a importância da agricultura.

Jardim de Infância de Cultivo / Vo Trong Nghia Architects. Imagem © Hiroyuki Oki
Colegio Pies Descalzos / Giancarlo Mazzanti - Cartagena, Colômbia

Colégio Pies Descalzos / Giancarlo Mazzanti. Imagem © Sergio Gomez

Localizado em Cartagena, Colômbia, este colégio tem sido um motor transformador que otimizou as condições de vida dos habitantes da área e ofereceu aos cidadãos novas alternativas de desenvolvimento pessoal e comunitário. O projeto arquitetônico iniciou a transformação urbana do local e converteu-se em símbolo e orgulho da cidade. Mais do que um colégio isolado, ele pretende criar novas centralidades com equipamentos, como quadras, bibliotecas e salas de aula pare realizar certas atividades do bairro. 

Colégio Pies Descalzos / Giancarlo Mazzanti. Imagem © Sergio Gomez
Family Box / SAKO Architects - Pequim, China

Family Box / SAKO Architects. Imagem © Ruijing Photo

Este centro se desenvolve a fim de criar um ambiente lúdico que estimula a curiosidade das crianças. O espaço interior é definido por cilindros de diferentes tamanhos e formas que se convertem em diferentes salas de aula da escola. O centro oferece um entorno educativo alegre, onde seus estudantes podem participar de uma diversidade de atividades e enriquecer sua imaginação.

Family Box / SAKO Architects. Imagem © Ruijing Photo

Assim como estas escolas, existem muitas mais que, com seu exemplo e materialização, fomentam um sistema educativo inovador que está atento a realidade global e local na qual se situa. Conseguindo, desta maneira, que cada um dos seus alunos aprenda a viver, narrar sua identidade, descobrir e transformar o mundo do século XXI.
Fonte: Archdaily