Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

28 de jul de 2017

Casa pré-fabricada com eficiência energética pode ser construída por 2 pessoas

Foto: Ecokit

Designers australianos estão propondo habitações alternativas para quem sonha com um lar para chamar de seu. A proposta é obter pequenas casas pré-fabricadas eficientes energeticamente e que podem ser montadas por somente duas pessoas e em poucas semanas.

Desenvolvido por dois jovens, o projeto é chamado de Ecokit. Trata-se de uma casa modular, construída com painéis com isolante térmico, materiais ecológicos e equipado com energia solar. Parece um sonho energético compactuado em uma mini residência.

O kit para a montagem da casa pode ser feito pelo próprio morador, no estilo DIY (Sigla em inglês para Faça você mesmo), ou contratando um profissional. “É acessível, versátil, fácil de montar, gasto zero de energia, custos operacionais mínimos e menor impacto ambiental. É a alternativa real (e legal) às construções convencionais. A casa destina-se a aproveitar as fontes de energia renováveis – sendo gentil com nosso meio ambiente e o seu bolso – imagine uma vida sem contas de energia”, afirmam os criadores do projeto no site Indiegogo.

Por meio do site de financiamento coletivo, veja aqui, os idealizadores buscam obter os recursos para completar as documentações e certificações necessárias para levar o produto ao mercado.


Fonte: CicloVivo

Arquitetos suecos divulgam projeto e passo a passo de horta esférica urbana

Para construir basta cortar a madeira e seguir as instruções.

The Growroom é uma grande horta esférica com diversos níveis. | Foto: SPACE10

O SPACE10, um laboratório e centro de exposições no centro de Copenhague, juntamente com os arquitetos Sine Lindholm e Mads-Ulrik Husum, decidiram divulgar e liberar os direitos autorais e de produção de um jardim comestível com design inspirador. O chamado The Growroom é uma grande horta esférica com diversos níveis e foi projetado para produzir alimentos suficiente para uma vizinhança.

A missão do laboratório SPACE10, que tem a gigante IKEA como um de seus colaboradores, é investigar o futuro da vida urbana através da detecção de grandes desafios que irão impactar as pessoas em uma escala global e explorar possíveis soluções. O projeto para construção e o passo a passo para instalação foram liberados por eles na esperança que pessoas ao redor do mundo invistam seu tempo e recursos para criar, pelo menos, uma horta esférica por bairro.

Foto: SPACE10

As ferramentas necessárias para criar o jardim esférico incluem madeira compensada, martelos de borracha, parafusos e muita paciência para seguir as instruções, compostas de 17 etapas. Para iniciar a construção basta o interessado baixar os arquivos necessários para cortar as placas de madeira compensada. As instruções de montagem são gratuitas e online e fornecem todas as informações necessárias etapa à etapa.

De acordo com o laboratório de design, já existem planos para construir The Growrooms em diversas cidades do mundo, como Taiwan, São Francisco, Helsinque e até mesmo no Rio de Janeiro.

“Os alimentos produzidos localmente representam uma alternativa séria ao modelo alimentar global. Reduz as distâncias alimentares, a nossa pressão sobre o meio ambiente e educa os nossos filhos de onde os alimentos realmente provêm… O desafio é que a agricultura tradicional ocupa muito espaço e o espaço é um recurso escasso em nossos ambientes urbanos”, diz o escritório dinamarquês.

Clique aqui para acessar o passo a passo.

Fonte: Ciclo Vivo

Curso online e gratuito sobre ecodesign de cidades é oferecido por universidade canadense

Serão apresentados exemplos que podem ser adotados em qualquer comunidade.



O crescimento desordenado das cidades resultou em diversos problemas urbanos. Mas é possível repensar diversas práticas e é bom esse desafio que a conceituada University of British Columbia, do Canadá, lançou um curso online e grátis sobre ecodesign de cidades.

A instituição acredita que a concepção ecológica significa integrar o planejamento, o design urbano e a conservação de sistemas naturais para produzir um ambiente sustentável. A proposta é mostrar como a ecologia pode orientar o design para evitar desastres ambientais e melhorar a vida das pessoas. Tudo isso usando exemplos reais.

Além de abordar projetos de destaque em grandes cidades (como Estocolmo, Vancouver e Manhattan), também serão dados exemplos de pequenas ações que podem ser adotadas em qualquer comunidade. “As cidades e bairros construídos de acordo com os princípios do ecodesign podem e devem se tornar normais, em vez de serem apenas alguns exemplos especiais”, afirma a descrição do curso.

As aulas não só vão apresentar exemplos reais e bem-sucedidos como também prometem ensinar as ferramentas necessárias, os processos e as técnicas de desenvolvimento e implementação de políticas. Veja aqui como se inscrever.

Fonte: CicloVivo