Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

27 de mai de 2011

Zé Cláudio Ribeiro cumpriu missão de proteger a floresta amazônica

Por lutar pela preservação do pulmão do Brasil, José Cláudio Ribeiro e sua esposa foram assassinados.  Lutou até a morte por aquilo que acreditava. Que Deus proteja e ampare suas almas! Dedicar uma oração à essas almas lutadoras é o mínimo que podemos fazer.

 z�cl�dio contou sua hist�ia de luta pela amaz�ia no tedx
Zé Cláudio contou sua história de luta pela Amazônia no TEDx/Foto: bfernandes
"Vivo da floresta. Protejo ela de todo jeito. Por isso, eu vivo com a bala na cabeça a qualquer hora". O relato de José Cláudio Ribeiro da Silva, mais conhecido como Zé Cláudio ou, simplesmente, Zé Castanha, foi feito durante o TEDx Amazônia, quando o extrativista detalhou a luta que traçava pela preservação da castanheira, árvore da qual ele sobrevivia. A causa, naturalmente, rendia-lhe ameaças de madeireiros e carvoeiros da região de Nova Ipixuna e Marabá, no estado do Pará.
Zé Cláudio foi assassinado na quarta-feira, 25 de maio, junto a sua companheira, Maria do Espírito Santo da Silva, em uma emboscada perto da casa em que morava. Se por um lado, a missão que ele havia carregado durante toda a vida era interrompida, também é verdade que ficou eternizada no coração da floresta.
Em razão de denúncias dele, cerca de dez serrarias de castanheiras foram fechadas só em 2010 na região, sendo cinco em Nova Ipixuna. Protegidas por lei, as árvores são derrubadas para a produçã de carvão vegetal e madeira. Ao mesmo tempo, serrarias foram autuadas pelo Ibama por beneficiar madeira retirada ilegalmente do assentamento Praia Alta da Piranheira, onde Zé Cláudio morava.
Não posso deixar derrubar castanheira, ela é a minha vida, Zé Cláudio.
A pedido da presidente Dilma Rousseff, o crime está sendo investigado pela Polícia Federal. Homem de luta semelhante a do seringueiro Chico Mendes (morto em dezembro de 1988), Zé Castanha deixa uma história de luta e entrega por uma causa que não é só dele, mas que teve nele um de seus melhores representantes.
Assista à apresentação de Zé Cláudio no TEDx Amazônia:


Fonte: EcoD