Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

14 de jan de 2011

Cimento transparente ajuda a economizar energia

Escrito por Paula Rothman e Redação Terra  


A Shangai World Expo 2010 acabou há algum tempo, mas só agora algumas das coisas mais bacanas apresentadas lá começaram a aparecer. O cimento transparente, por exemplo, é uma invenção do grupo italiano Italcementi e foi usado para construir o pavilhão do país na China durante a exibição.
O novo material vem sendo pesquisado desde junho de 2008. Batizado de i.light, ele é um uma união de resinas especiais que, ao serem misturadas no cimento comum, resultam em um material sólido, porém semi transparente. A mistura não causa rachaduras na obra e permite uma bela economia de luz.
Uma equipe de arquitetos italianos criou um "cimento transparente" que permite que a luz entre no prédio, de modo que as paredes pareçam grandes janelas, informou na quarta-feira o jornal Daily Mail. O material, chamado i.light, tem dezenas de pequenos orifícios que deixam a luz passar sem comprometer a integridade estrutural. Segundo a reportagem, o cimento é formado pela união de resinas especiais em uma nova combinação criada pelo grupo de arquitetos Italcementi.
Até agora o novo cimento só foi usado na construção do pavilhão Italiano na Expo Xangai, que ocorreu no ano passado. No entanto, o material poderia ser utilizado com o intuito de economizar eletricidade, já que pemite iluminação diurna. A transparência é de cerca de 20%, através dos aproximadamente 50 furos por painel.  O jornal cita o diretor do Italcementi, Enrico Borgarello, que esclarece que o cimento está atualmente sob patente e ainda não está decidido se ele será disponibilizado para todo o mundo.

Dê a sua opinião?