Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

29 de out de 2009

Uma casa ecológica, de fato


A casa construída pelos biólogos Edna e Luiz Toledo, em Barra Mansa, Rio de Janeiro, é uma real demonstração de excelência na reciclagem e reutilização de materiais. Com três andares, a construção foi feita com 90% de materiais que poderiam ser considerados lixo, por muita gente.

“Lixo? Aqui nada é lixo”, diz Edna à reportagem da Terramérica, assinada por Fabiana Frayssinet. E ela fala com conhecimento de causa. Afinal, a casa foi construída quase que inteiramente com entulho de demolições, garrafas, vidro quebrado, embalagens plásticas, papeis, papelões, embalagens de leite, tampinhas e latas, material que muita gente descarta e que acaba indo parar nos lixões e aterros. Por uma questão de segurança, apenas as vigas e pilares foram erguidos com material de construção tradicional.
Além disso, no dia-a-dia do casal, o aproveitamento dos resíduos é uma constante. Cascas de frutas servem para o preparo de alimentos. Restos de comida vão para a compostagem na “decomposteira”, um recipiente de cerâmica, criado por Luiz. É de lá que sai o adubo para a horta de orgânicos que o casal mantém.
Na ponta do lápis, verifica-se que o custo da construção é 70% mais baixo do que seria, caso fossem utilizadas técnicas convencionais. Nesta onda, Edna e Luiz já estão dando andamento a um novo projeto. Trata-se do Condomínio Rural Ecológico Integrado Autossustentável, onde 20 casas e uma área de lazer já foram construídas com material reutilizado e todo um sistema de reaproveitamento dos resíduos deve funcionar.
Porém, o casal já avisa. Somente serão aceitas no condomínio as pessoas que compartilharem da mesma filosofia que não permite que nada seja visto como lixo.
Fonte: Revista Digital Envolverde http://envolverde.ig.com.br/